terça-feira, 25 de maio de 2010

Biologia Sintética


20_mvb_ciencia_celula_artifiAAH, Biologia. *----* ;

Como foi anunciado recentemente, pesquisadores fodões do J. Craig Venter Institute conseguiram pela primeira vez elaborar um genoma totalmente sintético, ou seja, não encontrado em nenhum dos cantos da Terra (tudo bem que a Terra nem tem cantos, mas você entendeu né.), usando somente 1 milhão das nossas queridas bases nitrogenadas do DNA que você deve aprender ou ter aprendido no 2º ano: Adenina (A) Timina (T) Guanina (G) e Citosina (C) – sim, créditos a Cidinha-. Os ninjas dos laboratórios criaram o DNA a partir da sequencia gerada po um computador (ah, eles nem são tão ninjas assim) e introduziram numa bactéria denominada Mycoplasma mycoides onde assumiu o lugar do DNA original do micróbio e passou a controlar toda a produção de proteínas e o processo de duplicação do invisível. [aplausos] Isso só foi possível porque essa bacteriazinha custou míseros 40 milhões e 20 cientistas, além de 15 anos de estudos intensos (é, eles são foda.).

De acordo com o polêmico Craig Venter, o paizão do genoma sintético, é um avanço e tanto para a humanidade, e é de fato, porque ele conseguiu provar que há formas de manipular o DNA, para poder combater doenças, fabricar biocombustíveis e elaborar coisas úteis ao homem, que provou mais que nunca que tem domínio sobre o que está fazendo.

dna-2

Mas como tudo tem prós e contras, a gente se pergunta quanto às implicações éticas disso, como ter retirado a religiosidade desse processo. Para o especialista em bioética da Universidade da Pensilvânia Arthur Caplan, no mínimo, Venter excluiu Deus da equação da vida. ‘Diziam que só Deus poderia criar a vida. Por séculos, sempre disseram que não era possível entender a vida, que ela era algo único, especial, cuja explicação estaria além da ciência. Aristóteles e outros grandes pensadores diziam que a vida era uma força especial’ frisou Caplan. ‘A experiência de Venter mostrou que isso não é verdade. Ela revelou que, com determinadas substâncias químicas, sob certa situação, a vida pode surgir. Do ponto de vista filosófico isso é muito importante. Muitos hão de perguntar: então a vida se reduz a uma explicação química reducionista? A resposta é sim.’
Para muitos, Venter não criou 'vida artificial', como aponta um artigo publicado no ‘Independent’. ‘Ainda falta muito para isso’, sustenta o texto do jornal britânico. O geneticista Sérgio Danilo Penna é da mesma opinião. ‘Não houve criação de vida’ afirmou. ‘Ele simplesmente trocou o genoma de uma célula viva por um genoma artificial. A vida é uma propriedade da célula e não do genoma.’
Polêmico? Parece que sim. E como Marcos logo disse aí embaixo, é um provável tema de redação de vestibular e que vai render assunto por algum tempo. Mas o que realmente me encuca é que tudo o que vai pra mão do homem, com o perdão da expressão, dá MERDA. É um avanço? Claro, não se pode contestar isso, porém o que eu fico pensando mais é no que eles vão tentar fazer e criar de RUIM para a humanidade. Um novo Anthrax mais poderoso? Um vírus mais poderoso que o HIV? Algo que nós nem consigamos imaginar ainda? Não duvido de nada, mas agora, é só esperando pra ver no que vai dar.

3 comentários:

Anônimo disse...

Pri Amaral:

Nem acho q oq fizeram é criar vida..

Liny Grunge disse...

Poxx... minha avó provavelmente diria que eles vão para o inverno porque estão brincando de Deus... eu já acho que (quem sabe, um dia, talvez distante) poderiam criar um microorganismo que comesse gás carbônico...

Sílvia disse...

o troço pra mim nem é esse trem de criar vida.
tenho medo do que eles vão fazer depois . ;x

Postar um comentário

Comentário, segundo o dicionário, é uma nota crítica; reparo; crítica; censura; correção.
Comentar, segundo o dicionário, é explicar, interpretando e anotando; fazer comentário a; criticar maliciosamente; analisar; inventar.

Comentem, pessoal!
Os comentários entusiasmam os autores das postagens e os dão ânimo para escreverem postagens ainda melhores e manterem o blog sempre atualizado!

Critiquem!
As críticas, sejam construtivas ou maliciosas, nos fazem crescer!

O seu comentário é publicado IMEDIATAMENTE aqui no blog. Sem passar por moderação! E vai parar como um link no twitter do azulimão!
Afinal: Censura é coisa da ditadura...

DICA! Se você tem twitter deixe seu link "@seutwitter" no comentário e quando ele for respondido você recebe a resposta no twitter! ;D

lol, você chegou ao fim da página! Esperamos que tenha gostado.
Se depois de perceber as qualidades(A) e também os defeitos (6) de cada um você ainda quiser conhecer virtualmente ou até pessoalmente os autores, acesse Sílvia e/ou Marcos; VALEU!

PAGERANK

Basicamente essa paradinha de PageRank é uma avaliação da relevância da página. Essa relevância é divulgada em uma escala de zero a 10. Observe o nosso, ele é fruto de seus acessos, caros leitores :) Pagerank 2
Medir