sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Fones de Ouvido

“Salvando-te de toda a escória ao seu redor.”
Seja rock pesado, seja MPB, seja reggae, música clássica ou pop. Vertentes de gêneros musicais só definem quem você é, seu valor social, sua identidade cultural. Afinal, o importante na verdade não é o que você ouve, e sim o que deixa de ouvir. Não deixe de carregar consigo um par de fones de ouvidos, para que nas mais variadas eventualidades você possa ligar seu “MP3 inflável” ou seu celular com “Music-Player-Salva-Vidas” e não se afogar nesse oceano de futilidades.
usodosfonesdeouvido FONES DE OUVIDO para quando a discussão no local gira em torno da novela da GLOBO ou do reality show atual.
FONES DE OUVIDO para a propaganda eleitoral atual, para que você possa se purificar e não aprender mais inúmeras formas de desmoralizar seu concorrente.
FONES DE OUVIDO para os conservadores sentados do seu lado, apoiando a pena de morte e julgando o relacionamento gay.
FONES DE OUVIDO para quando no ônibus em que você está um “malaco” usa o alto-falante do celular para ouvir funk.
FONES DE OUVIDO para quando forem discutir o aborto. Vá ouvir a sua música e só participe da discussão quando a conversa chegar à raiz do problema, e não em como contorná-lo.
FONES DE OUVIDO para se ausentar do intervalo no seu colégio/escola/faculdade onde o que predomina é a juventude apática e passiva.
FONES DE OUVIDO para assistir telejornal sensacionalista. Onde cairia bem também uma venda, tanto sangue e morte não fazem bem pra retina.
FONES DE OUVIDO para dirigir, o caos do trânsito, as buzinas, ronco de motores e xingamentos não merecem sua atenção.
Mas por favor, tire os fones de ouvido para dar atenção a um amigo. Tire os fones de ouvido quando precisarem de você. Tire os fones de ouvido perante preconceito e racismo. Tire os fones de ouvido para quem realmente merece ouvir e ser ouvido.
No fim das contas você ganhou um enorme repertório musical, ganhou cultura, ganhou consciência limpa e paz de espírito.
Lembre-se de usar o volume baixo, afinal de contas, você tem esperança de que algumas pequenas coisas continuarão a merecer sua atenção e é por elas que você preserva a sua audição.
Veja todo o Post "Fones de Ouvido"

domingo, 17 de outubro de 2010

Resgate dos mineiros: VERSÃO NERD

 

 

euri.

Veja todo o Post "Resgate dos mineiros: VERSÃO NERD"

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

GREVE: substitua o VTNC.

Tempos difíceis. A greve dos bancos, que ATOLA a vida da gente, leva as pessoas ao delírio emocional [:@ hoje mesmo eu quase morri de raiva e ainda saí como louca falando sozinha ‘VTNC’]. Então, quando estiver no ápice do ódio, raiva, fúria e soltando fogo pelas ventas, inspire-se, crie coragem e escolha um dos itens:

1. Teste o extintor de incêndio da agência.

2. Leve um aparelho de som 3X1 e coloque música gospel nas caixas.

3. Barbeie-se / depile-se.

4. Imite o ruído de fogos de artifício quando o caixa atender alguém.

5. Conte uma piada sem graça e ria sozinho.

6. Insinue que a grávida que está na fila do Caixa Preferencial usa barriga postiça.

7. Compre um saco de pururucas e mastigue.

8. Venda rifa.

9. Leia em voz alta os folhetos de propaganda do banco.

10. Use um dos balcões para fazer abdominais, repetindo: “um, dois!”

11. Toda vez que o painel de senha mostrar um número, repita-o em voz alta.

12. Peça dinheiro emprestado ao vizinho.

13. Mantenha-se de costas para a pessoa à sua frente.

14. Peça para guardarem seu lugar e, ao voltar, passe na frente de quem guardou.

15. Toque o jingle do banco com a boca, imitando um trombone.

16. Sempre que o caixa validar um documento, imite o ruído de uma máquina registradora.

17. Leve um apito e toque-o sempre que a fila andar.

18. Informe as horas, minuto a minuto, seguido do slogan do banco.

19. Quando alguém não conseguir fazer uma operação no caixa eletrônico, murmure: “OSTRA”.

20. Duble, em voz alta, o caixa dizendo a um cliente que o saldo dele está negativo.

21. Quando a fila andar, finja que está cochilando.

22. Faça “din-don” sempre que uma pessoa entrar na fila.

23. Ligue o despertador e quando tocar finja que está atendendo o telefone gritando.

24. Brinque de puxa-cueca com o colega da frente.

25. Cante uma da Jovem Guarda e diga: “ TODO MUNDO COMIGO, SHA-LÁ-LÁ-LÀ!”

26. Passe um abaixo-assinado contra a política de juros altos.

27. Minta que há um caixa disponível, e sem fila, no andar de cima.

28. Espalhe que a senhora gorda, lá do fundo, tem uma arma na bolsa.

29. Pergunte se alguém quer ser sua testemunha num processo contra o banco.

30. Coma uma fatia de melancia e saia da fila toda hora para cuspir os caroços.

31. Veja com o segurança se ele deixa você dar uma olhadinha no revólver dele.

32. Pergunte ao caixa por que eles cospem no dinheiro quando vão contá-lo.

33. Conte histórias de assalto a banco.

34. Pergunte a um atendente aonde fica o caixa-forte.

35. Acenda um cigarro de palha.

36. Promova uma “ola”.

37. Monte um aviãozinho de papel e jogue na mesa do gerente.

38. Se um carro forte chegar, cantarole o tema de “Os Intocáveis”.

39. Ensine um colega de fila a fazer massagem cardíaca.

40. Coloque CASTELO DAS PEDRAS ou CRÉU no celular e começe a dançar.

41. Escreva numa folha de papel: “IDIOTA NÚMERO 107” e fique segurando.

42. A cada cliente atendido, puxe uma salva de palmas para o caixa.

43. Ria descontroladamente das pessoas que ficam presas na porta giratória.

44. Lembre aos outros o que poderiam estar fazendo se não estivessem ali.

45. “Por que bancos gastam tanto com propaganda e nada com caixas?”

46. Leve uma marmita e almoce.

47. Na hora que um dos caixas sair para almoçar, berre: “PEGA!”

48. Coma uma goiaba ou uma mexerica.

49. Ofereça-se para segurar a pilha de documentos de um boy e derrube-a no chão.

50. Quando chegar sua vez de ser atendido, puxe um longo discurso ou bíblia do bolso e leia.


* breve, breve terei um post escrito, falando do Chaves e a Filosofia. Interessante, pode aguardar aê. :P
amo vocês /XUXAoff
Veja todo o Post "GREVE: substitua o VTNC."

sábado, 2 de outubro de 2010

Quando os gatos saem

Quando os gatos saem...
A corrupção, como combatê-la? Sociedade perfeita jamais haverá. E se tal utopia concretizar-se os princípios éticos, sem nada a que se opor, não poderiam se reafirmar. Mas não por isso devemos deixar de trabalhar contra a disseminação da corrupção. E para isso o interesse do povo é primordial.
Colocar nas mãos das autoridades a responsabilidade de fiscalizar e punir os corruptos é cair na velha retórica: Quem guardará os guardiões?
No entanto, fazer críticas ofensivas além de ser fácil não traz solução. Difícil seria elogiar um político por seu trabalho, afinal para isso é preciso conhecer seu trabalho, e poucos são os que sabem, mesmo que de forma simples, as funções dos poderes legislativo, executivo e judiciário. Sem generalizações, porque destas as críticas à política nacional já estão cheias, há sim os que votam com consciência e acompanham o mandato dos eleitos.
Eleger um candidato é como contratar um funcionário que com bom salário e sem patrão para fiscalizar não faz o serviço render. Deixar a política abandonada, votar e depois não mais se preocupar com o assunto é criar um ambiente propício à imoralidade.
Conscientizar a população é a chave para a melhoria do sistema político. Mas não só com programas de incentivo e conscientização feitos pelo governo. A mudança tem de vir da população que elege e mantém os cargos políticos. Colocar a fiscalização e o interesse nas mãos do povo, verdadeiro patrão da política nacional, e os subordinados no lugar que lhes cabe.
Veja todo o Post "Quando os gatos saem"
lol, você chegou ao fim da página! Esperamos que tenha gostado.
Se depois de perceber as qualidades(A) e também os defeitos (6) de cada um você ainda quiser conhecer virtualmente ou até pessoalmente os autores, acesse Sílvia e/ou Marcos; VALEU!

PAGERANK

Basicamente essa paradinha de PageRank é uma avaliação da relevância da página. Essa relevância é divulgada em uma escala de zero a 10. Observe o nosso, ele é fruto de seus acessos, caros leitores :) Pagerank 2
Medir