domingo, 25 de outubro de 2009

OBMEP e Carros Voadores




É um post fútil (de auto afirmação) apenas para falar sobre as olimpíadas de matemática das escolas públicas e sobre palhaços idiotas que não querem que os autores deste Blog se saiam bem nas provas...
Na sexta feira dia 23, eu e Sílvia nos matamos o dia todo em nome da ExataShow da Escola Estadual de Itaúna; resultado: No sábado dia 24 (dia da aplicação das provas da segunda fase da OBMEP) estávamos estraçalhados mortos destroçados cansados fisicamente, psicologicamente, emocionalmente, mentalmente e tudoomaismente. Por uma feliz coincidência fizemos a prova na mesma sala, sentados um em frente ao outro (hehehe. mas não colamos, ok?). Teria sido ótimo fazer as provas, se a escola não ficasse no centro da cidade, centro da cidade onde estava acontecendo um evento de competição de carros envenenados.
Bem, imagine uma questão phodastica de matemática para se resolver... bom. agora imagine a mesma questão 5 bilhões de vezes mais difícil do que você pensou. Agora imagine seis questões dessas, com mais quatro sub-questões cada uma. Imaginou? ÓTIMO! A prova da segunda fase da OBMEP é mil vezes mais difícil que isto tudo o que você pensou. E se não bastasse a incrível dificuldade em se resolver esta prova, um idiota com um microfone tinha de ficar narrando derrapadas, cavalinhos de pau, arrancadas, pegas e saltos a toda altura para nos atrapalhar... Quando estávamos quase encontrando a solução para um problema o silêncio era quebrado por um ronco altíssimo de motor seguido de um berro eufórico. Assim ninguém consegue somar 2+2.
Quando o horário da prova terminou (de 14:40 às 17:40) saímos eu e Sílvia da sala, fulos de raiva com o idiota do microfone e fomos até a concentração de pessoas próxima à escola assistindo a um carro que fazia sucessivas tentativas de se alinhar com uma rampa, que dava em um aro que depois seria aceso em fogo e que dava em outra rampa do outro lado, onde o motorista deveria aterrissar com o carro após o salto. Furiosos procurávamos quem estava narrando aquela palhaçada em voz alta em várias caixas de som e que, desde as 14:30 da tarde tirava a nossa concentração...
Ahhh! Mas isso era demais. O ser-humano desgraçado que estava narrando os preparativos do salto, e que narrou todos os outros acontecimentos no local era o motorista da manobra final, e falava em um microfone preso em sua orelha de dentro do carro, o filho da puta que tinha nos atormentado a tarde toda estava se preparando para um salto perigosíssimo em que colocaria em risco a sua própria vida. Notamos isso um pouco tarde, mas foi a tempo de ele alinhar o carro com a rampa, tomar distância, narrar os preparativos mais uma vez e dizer uma frase de impacto:
"_Tudo pronto! Agora vou realizar o salto! E como diz aquele ditado popular: Se Deus é por nós, quem será contra nós?"
Dois braços solitários se ergueram em meio à multidão. Adivinhem de quem? rsrsrsr



Bem, parece que ele não notou nossa vontade de que tudo desse errado e ele tivesse uma morte dolorosa e lenta (de preferência com a mesma duração do tormento que passamos durante a prova... umas três horas de agonia nas ferragens quentes do carro em chamas antes de uma explosão dramática em que ele e seu microfone virariam pó, que nem as torres gêmeas). Obviamente todas as pessoas ao nosso redor olharam com espanto para os dois jovens com desejos de morte diabólicos estampados no rosto. Porém, nínguém da equipe percebeu o quanto estávamos agourando o salto e atearam fogo no aro por onde o carro passaria. O filho da mãe acelerou e fez um salto perfeito.
Decepcionados, voltamos para nossas casas certos de termos feito uma péssima prova e sem realizar nossa vingança...
É, não se pode ter tudo o que deseja...

4 comentários:

Silveex :) disse...

AARGH; capota e morre. :@

Pedrex disse...

pelo menos você ainda pode fazer um post auto-afirmativo.

Marcos disse...

é, tudo tem um lado positivo...

Liny Grunge disse...

!!

Postar um comentário

Comentário, segundo o dicionário, é uma nota crítica; reparo; crítica; censura; correção.
Comentar, segundo o dicionário, é explicar, interpretando e anotando; fazer comentário a; criticar maliciosamente; analisar; inventar.

Comentem, pessoal!
Os comentários entusiasmam os autores das postagens e os dão ânimo para escreverem postagens ainda melhores e manterem o blog sempre atualizado!

Critiquem!
As críticas, sejam construtivas ou maliciosas, nos fazem crescer!

O seu comentário é publicado IMEDIATAMENTE aqui no blog. Sem passar por moderação! E vai parar como um link no twitter do azulimão!
Afinal: Censura é coisa da ditadura...

DICA! Se você tem twitter deixe seu link "@seutwitter" no comentário e quando ele for respondido você recebe a resposta no twitter! ;D

lol, você chegou ao fim da página! Esperamos que tenha gostado.
Se depois de perceber as qualidades(A) e também os defeitos (6) de cada um você ainda quiser conhecer virtualmente ou até pessoalmente os autores, acesse Sílvia e/ou Marcos; VALEU!

PAGERANK

Basicamente essa paradinha de PageRank é uma avaliação da relevância da página. Essa relevância é divulgada em uma escala de zero a 10. Observe o nosso, ele é fruto de seus acessos, caros leitores :) Pagerank 2
Medir