terça-feira, 7 de junho de 2011

Continuidades e Rupturas na História da Mídia

"Ela está sendo deixada, por outro."

Ela estava cansada. Olhou para os lados e mais uma vez sentiu-se sozinha. Completamente abandonada pelo seu homem, e o pior: abandonada por outro, O Outro. Tudo bem, ela não tinha mais todo aquele poder de sedução, não conseguia encantar mais como encantava antes, aquela química que rolava no início do relacionamento se perdeu... E bem, estava ficando meio velha também. 
Mas isso não era desculpa, ela tentou se atualizar! Mudou o formato das curvas, emagreceu, ficou mais leve, mais agradável ao olhar! Até sua voz ficou mais doce!
Mas ela não podia concorrer com ele. Ele era versátil, potente, anatomicamente perfeito e completamente adaptável.
Seu homem finalmente havia se rendido a irresistível tentação daquele manipulador inconseqüente! Como ela o odiava! Por culpa dele ela agora passava as noites sozinha, num quarto escuro, frio, sem carinho nem aconchego... Enquanto seu homem se divertia durante toda a madrugada com O Outro!
Aquela relação estava ficando doentia e profana, em outra época, as coisas eram normais e seu antigo homem lhe dava a devida atenção, ele a ouvia e com ela ocupava seu tempo, os dois passavam a noite juntos, adormeciam juntos e o quarto jamais parecia solitário. Mas agora que seu homem tinha O Outro ele empenhava todo seu tempo em admirá-lo com os olhos vidrados, e ainda tinha a audácia de acariciá-lo com leves toques em qualquer parte da casa! Ele jamais havia feito isso com ela! Somente uma comunicação a distancia, com comandos simples e diretos: Fale mais alto! Fale mais baixo! Mude de assunto! Cale a boca! Os dois não se desgrudavam! Um relacionamento assim não pode ser normal! Iam juntos para o trabalho, para o shopping, visitar a família, na cozinha, na cama e até mesmo ali: no santo reduto do amor de seu ex-parceiro: No sofá da sala! Que audácia! Que audácia!
Em suas últimas e fracas tentativas de recuperar seu homem de volta e tirá-lo das garras daquele Outro inescrupuloso ela tentou mudar seu estilo, repaginar a programação. Tudo em vão, inclusive as ridículas imitações baratas do que mais prendia a atenção de seu homem nO Outro. Falar do mesmo assunto, discutir os mesmo temas, se integrar, tentar mudar em nome do amor, nada disso adiantou. 
Por fim ela cedeu, rendeu-se por completo e acabou aceitando aquela constrangedora situação, havia sido abandona por seu homem, por outro, O Outro. Toda a consolação que lhe restava era a de em alguns dias um pouco mais tediosos que o normal, em que nem mesmo O Outro podia alegrar seu amado, ter a honra de fazê-lo dormir sob uma velha canção de ninar que um dia já fora tão interessante, quanto agora era entediante.

E foi assim que o homem largou a TV, para ficar com o PC.

5 comentários:

ziih disse...

Sabe que eu jurava que no começo os personagens era uma fonte tipográfica antiga e uma mais nova? :W
Enfim, ri muito, xD
condiz bem com a realidade

Paulinha Pinheiro disse...

Curti demais, abordagem criativa!

Confesso que no começo eu tava entendendo a coisa como um relacionamento homem mulher, mas a transição de uma descrição mais abrangente pra uma que exclui a possibilidade de um relacionamento comum ficou muito boa! (Só não sei se a minha frase ficou compreensível, hahaha)

Muito bom, Marcos, curti bastante =)

chigab disse...

e esse é o delfim se entranhando na veia literária da galera. hahahaha

ÓTIMO trabalho :DD

♥MaLú♥ disse...

noo marcos!
post perfeitoo!
continue assim!
sdds d vooc
bj

♥MaLú♥ disse...

aqi, qria pedir a voocs, marcos e silvia, pessoas mais fodass qe eu conheeço haha(puxasaqismo verdadeiro!) qe ajudassem a divulgar o video de um colega meu, a silvia conhece, eh o rafael paradise.
nao sei se vooc vao gostar, mas da uma forcinha aew!
http://www.youtube.com/watch?v=e0UlSxJLj9k
tah ai o link!
o blog tem mtos acessos gnt, ajudem pliz
bjj
sdds dos dois

Postar um comentário

Comentário, segundo o dicionário, é uma nota crítica; reparo; crítica; censura; correção.
Comentar, segundo o dicionário, é explicar, interpretando e anotando; fazer comentário a; criticar maliciosamente; analisar; inventar.

Comentem, pessoal!
Os comentários entusiasmam os autores das postagens e os dão ânimo para escreverem postagens ainda melhores e manterem o blog sempre atualizado!

Critiquem!
As críticas, sejam construtivas ou maliciosas, nos fazem crescer!

O seu comentário é publicado IMEDIATAMENTE aqui no blog. Sem passar por moderação! E vai parar como um link no twitter do azulimão!
Afinal: Censura é coisa da ditadura...

DICA! Se você tem twitter deixe seu link "@seutwitter" no comentário e quando ele for respondido você recebe a resposta no twitter! ;D

lol, você chegou ao fim da página! Esperamos que tenha gostado.
Se depois de perceber as qualidades(A) e também os defeitos (6) de cada um você ainda quiser conhecer virtualmente ou até pessoalmente os autores, acesse Sílvia e/ou Marcos; VALEU!

PAGERANK

Basicamente essa paradinha de PageRank é uma avaliação da relevância da página. Essa relevância é divulgada em uma escala de zero a 10. Observe o nosso, ele é fruto de seus acessos, caros leitores :) Pagerank 2
Medir